Plano de Proteção da Paisagem de Vitória

Plano de Preservação da Paisagem da Área Central de Vitória/ES

Vitória, com data de fundação oficial no ano de 1551, apresenta em sua Área Central tanto os remanescentes da colonização portuguesa no Brasil quanto os impactos dos processos urbanos ocorridos ao longo do séc. XX. Esses processos conferiram à cidade imagem desenvolvimentista em detrimento de sua condição secular na história local e nacional, geraram impactos que modificaram as funções, a arquitetura, a estrutura urbana, os usos e a paisagem de seu atual Centro Histórico. Advindos dos processos de urbanização e metropolização da região da Grande Vitória, esses impactos influenciaram e modificaram a paisagem da Área Central. A inserção da arquitetura e estrutura urbana no ambiente natural de relevo, vegetação e hidrografia singular da Área Central, gerou intensas mudanças na sua paisagem, manifestadas sobretudo nos aterros que alteraram a linha d’água original, criaram suporte para construção de novas edificações e para modernização do seu porto. Edificações e obras urbanísticas foram implantadas em substituição a exemplares da arquitetura e estrutura urbana de períodos históricos remotos, bem como edifícios altos foram erguidos. Diante de uma perspectiva diferenciada, seja do ponto de vista da administração municipal, seja do caráter requerido pelo momento atual, de inserção de Vitória no contexto nacional e internacional, esta publicação visa expor os resultados alcançados no Plano de Proteção da Paisagem da Área Central de Vitória.

____

Coordenação: Martha Campos Machado
Modelagem Gráfica 3D: Bruno Massara, Daniela Bissoli, Bárbara Veronez, Camilo Lima, Caroline Vallandro

 



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *